Seja bem vindo!

Neste blog você terá várias ferramentas, recursos e temas sobre recursos humanos, no qual atenderá necessidades e expectativas de estudantes e profissionais das áreas de administração, recursos humanos e áreas afins.

Estou aberta à sugestões e críticas para melhorias.









Quem sou eu

Minha foto
Graduada em Administração com ênfase em hospitalar; pós graduada em Gestão e desenvolvimento humano.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Questão de etiqueta: como fortalecer sua marca

Questão de etiqueta: como fortalecer sua marca

http://msn.catho.com.br/?State=noticia&id=13829
11/02/2012 - Autor: Caio Lauer

Etiqueta CorporativaEtiqueta corporativa é usar o bom senso para todas as ações, seja no jeito de falar com as pessoas, maneira de se vestir ou modo de se relacionar com os outros. A boa apresentação pessoal é o resultado do balanceamento entre o bom gosto e o bom senso. A etiqueta empresarial permite tornar-se agradável, viver com mais segurança e espontaneidade.


Em todos os contatos profissionais, o indivíduo tem oportunidade de fortalecer seu marketing pessoal e a etiqueta é uma ferramenta que fortalece esta marca. “Deve haver um equilíbrio entre razão e emoção. O profissional deve escolher a maneira de se expressar sempre baseado no que for mais agradável às outras pessoas”, indica a professora Maria Aparecida Araújo, Consultora de Comportamento Profissional.

O comportamento e a postura sempre devem levar em consideração a abordagem preventiva. Ou seja, sempre precisam ser pensados antes, porque a má impressão de uma atitude pode perdurar na mente dos outros durante um grande período. “No relacionamento com outras culturas empresariais muitas gafes são cometidas. O abismo intercultural dificulta, muitas vezes, que as pessoas tenham a postura correta. Na discordância de valores as pessoas podem não conseguir se respeitar e a etiqueta corporativa é a base para que isto aconteça”, conta a professora.

As regras de etiqueta estão inseridas desde quando acordamos até quando vamos nos deitar. A maneira como atendemos o telefone, como usamos as ferramentas de trabalho, o comportamento em reuniões e o cuidado com a vestimenta, são alguns dos exemplos:

Uso da Internet:


Ferramentas como MSN, e-mail e a própria Internet são de uso exclusivo para o trabalho. O bate papo com colegas não pega bem e usar a web para fins que não sejam os profissionais faz as atividades saírem do foco e atrapalha as outras pessoas, pois chama a atenção de quem está por perto.

Vestimenta:


Conhecer a cultura da empresa é essencial. Usar roupas que condizem com o ambiente de trabalho faz parte do bom gosto e bom senso. Nos casos do chamado Casual Day, a vestimenta deve seguir certas regras - bermuda, minissaia, blusas com decote e transparência, por exemplo, não causam boa impressão.

Reuniões:


O primeiro aspecto é não chegar atrasado, pois isso causa uma má impressão. A utilização do celular nesta situação também é um ponto bastante importante - nunca usar para assuntos particulares e procurar desligá-lo. Saber a hora de falar é outro ponto; é preciso respeitar o momento de cada um.

Telefone:


É uma ferramenta disponibilizada pela empresa para que possa auxiliar no trabalho. O uso para ligações particulares chama atenção dos outros. O recomendável é utilizar o celular nesta ocasiões; saia da sala para resolver o assunto, mas de forma breve, porque o tempo inteiro as pessoas são observadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário